ENTRARCADASTRAR

Tecidos: entenda a diferença entre os mais usados no Brasil!

shutterstock_159232031

Conhecer a composição dos tecidos é muito importante!

Se você abrir o seu armário e reparar atentamente nas suas roupas, vai ver que o mesmo tecido é usado em várias peças. Há uma razão para isso: os tecidos possuem características distintas e a indústria da moda tem as suas preferências. É por isso que existem mais peças num determinado material e outros que quase não aparecem.

E por que é importante entender as características e a composição dos tecidos? É simples, pois se você tem esta informação, conseguirá saber como fazer a manutenção, entender mais sobre a lavagem, o caimento, o acabamento e o conforto de cada material.

Então prepare-se, pois hoje vamos mostrar quais são as diferenças e quais os tecidos mais usados no Brasil. Use esse conhecimento a seu favor na hora de optar pela a sublimação!

Tecido natural x Tecido Sintético

Os tecidos naturais são feitos a partir de elementos da natureza e podem ser de origem animal, vegetal ou mineral. É indicado lavá-los a seco, já que a água pode deformar a peça que utiliza este material.  

Já os sintéticos são produzidos de forma química, como o poliéster e a poliamida. São bem mais duráveis, de fácil manutenção e podem ir à máquina de lavar sem o menor problema.

Os 3 tecidos mais usados no Brasil

  • Algodão: O algodão é a fibra mais usada não só no Brasil, mas no mundo inteiro e, tão antiga quanto a profissão de alfaiate é a de algodoeiro. De origem natural, a camisaria lidera a utilização do algodão pelo seu conforto e caimento.
  • Poliéster: O poliéster é o principal componente para os tecidos sintéticos. Helanca, tafetá, tecido PP, chiffon e gazar são alguns exemplos que possuem alto percentual de poliéster em sua composição. São de longa durabilidade, resistência à ruga e retenção a cor.
  • Lã: É uma fibra natural que deriva dos carneiros e ovelhas, usada há muito tempo pelos nômades desde a idade antiga. É um tecido que tem um bom isolamento térmico, e por isso consegue manter uma temperatura corporal agradável. Além disso, não amassa e é muito confortável.

tecidos

Qual é o tecido ideal para o transfer sublimático?

Não existe apenas um tecido ideal para o transfer sublimático, existem vários! Tudo vai depender do acabamento que se quer dar à peça. O tecido 100% poliéster de fato é o mais recomendado porque é o que melhor transfere o tingimento para a fibra.

Por exemplo, se o tecido possui 67% de poliéster e 33% de viscose, a estampa não vai ficar tão viva quanto o tecido 100% poliéster. A imagem perde definição a medida que o percentual de fibras sintéticas diminui.

É importante entender que em um tecido que tem alta composição de fibras naturais, a sublimação por transferência não ocorre muito bem. Agora, tendo este conhecimento você pode fazer peças estonadas propositalmente, para o mercado da moda.

Antes de ir adiante com o transfer por sublimação, fique atento aos tecidos mistos e sua composição. Para um bom acabamento e com cores mais vivas, é preciso o mínimo de 70% de fibras sintéticas (poliéster/poliamida), ok?

Ficou com alguma dúvida? Deixe o seu comentário aqui ou entre em contato para que possamos te ajudar com suas primeiras sublimações!

 

Olá, deixe seu comentário para Tecidos: entenda a diferença entre os mais usados no Brasil!

Enviando Comentário Fechar

Veja Também:

Artigos Relacionados